5 de Março de 2017 / às 18:35 / 8 meses atrás

Odebrecht pode deixar todas os projetos no Peru dentro de seis meses, diz presidente peruano

LIMA (Reuters) - A construtora Odebrecht, que confessou a prática de suborno em 12 países da América Latina, incluindo o Peru, pode ter que deixar todas as obras que tem no país andino em no máximo seis meses, disse o presidente Pedro Pablo Kuczynski à imprensa local, em uma entrevista publicada neste domingo.

A Odebrecht, que atua no Peru há quase quatro décadas em obras de infraestrutura, energia, irrigação e indústria, está sendo investigada em um grande escândalo de corrupção que envolve os três últimos governos do país.

”É um tema complexo porque é uma empresa muito grande que tem várias obras em andamento no Peru e, obviamente, o que deve haver é uma saída gradual”, disse Kuczynski ao jornal La República. “Estamos vendo como eles podem sair sem prejudicar os projetos”, acrescentou. 

Questionado sobre quanto tempo a saída da maior construtura latino-americana poderia demorar, a fim de deixar todas as obras no país, o presidente disse que “seis meses, talvez menos”.

Kuczynski, um ex-banqueiro que assumiu a Presidência no ano passado, já havia manifestado anteriormente seu desejo de que a empresa brasileira deixasse o Peru e que devolvesse o dinheiro pago em subornos para ganhar obras públicas.

A Odebrecht reconheceu, no fim do ano passado, ter entregue subornos de 29 milhões de dólares no Peru entre 2005 e 2014, após um grande acordo judicial entre a empresa e a justiça dos Estados Unidos.

Na última década, a construtora brasileira conquistou contratos de 12 bilhões de dólares no Peru.

Reportagem de Marco Aquino

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below