6 de Março de 2017 / às 16:59 / 9 meses atrás

Forças Armadas deixarão Espírito Santo na 4ª-feira, diz ministro da Defesa

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As Forças Armadas vão deixar o Espírito Santo na próxima quarta-feira, cerca de um mês após o início de uma operação no Estado deflagrada em decorrência de uma paralisação de policiais militares, afirmou nesta segunda-feira o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

Mulher caminha na orla de Vitória ao lado de homens das Forças Armadas. 08/02/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

De acordo com Jungmann, o papel das Forças Armadas no Espírito Santo já foi cumprido. ”Encerraremos tudo na próxima quarta feira. A missão foi cumprida”, disse o ministro à Reuters por telefone.

Jungmann deve visitar o Estado na terça-feira para oficializar o fim da operação e fazer um balanço da atuação das Forças Armadas.

As tropas federais contaram com até 3.500 homens na região da Grande Vitória durante a operação, mas, à medida que o movimento dos policiais militares foi perdendo força, esse efetivo foi sendo reduzido.

Estima-se que, atualmente, ainda estão em ação no Espírito Santo aproximadamente 1.500 homens das Forças Armadas.

As tropas federais foram empregadas no Estado no início de fevereiro, depois que mulheres de policiais militares decidiram bloquear a entrada de quartéis da polícia impedindo a saída dos maridos para as ruas, em uma ação cobrando reajuste salarial.

A ausência de policiais nas ruas gerou uma onde de crimes na região, como roubos, furtos, saques, ataques a ônibus e assassinatos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below