9 de Março de 2017 / às 13:19 / em 9 meses

Macron consolida vantagem sobre Le Pen em nova pesquisa para eleição francesa

PARIS (Reuters) - O favoritismo de Emmanuel Macron para a eleição presidencial da França se fortaleceu com uma pesquisa de intenção de voto divulgada nesta quinta-feira que mostra o candidato de centro derrotando a líder de extrema-direita Marine Le Pen tanto no primeiro quanto no segundo turno da disputa.

Candidato presidencial francês Emmanuel Macron em Paris. 21/02/2017 REUTERS/Christian Hartmann

Na sondagem da empresa Harris Interactive, Macron aparece vencendo a votação de 23 de abril com 26 por cento dos votos e Le Pen chegando em segundo com 25 por cento, o que colocaria os dois na decisão de 7 de maio, na qual ele a derrotaria facilmente ficando com 65 por cento das urnas.

Foi a segunda pesquisa no intervalo de uma semana que colocou o político de 39 anos à frente de Le Pen já no primeiro turno, sinal de que o ex-ministro da Economia centrista pode estar consolidando sua posição a 45 dias da etapa inicial.

Mas a corrida continua difícil de prever devido a uma série de surpresas, como a decisão do atual presidente francês, o socialista François Hollande, de não concorrer à reeleição e vitórias surpreendentes de pré-candidatos que os institutos de pesquisa haviam descartado nas primárias partidárias.

Além disso, escândalos financeiros envolveram Le Pen e o conservador François Fillon, que após um êxito inesperado na primária do partido Os Republicanos ainda em janeiro havia se tornado o favorito a conquistar a presidência.

Na enquete mais recente, Fillon, que está lutando para relançar uma campanha abalada por uma investigação judicial de alegações de que ele teria pago sua esposa regiamente por um trabalho de assistência parlamentar que ela pouco exerceu, apareceu em terceiro lugar no primeiro turno, com 20 por cento dos votos.

Isso eliminaria o outrora líder da disputa, mas caso recupere o terreno nas próximas semanas e garanta uma vaga no segundo turno enfrentando Le Pen, o ex-primeiro-ministro de 63 anos também a venceria por 59 por cento.

Nas duas simulações do 7 de maio, a margem de derrota de Le Pen é maior do que em algumas pesquisas recentes.

O chefe de campanha da política de direita, David Rachline, minimizou o levantamento desta quinta-feira, dizendo em referência ao primeiro turno: “A realidade neste momento é que Marine (Le Pen) está na frente em quase todas as pesquisas”.

Embora as cifras de Le Pen não tenham mudado em relação à última sondagem da Harris uma quinzena atrás, Macron cresceu seis pontos percentuais. A sondagem mais recente da Harris entrevistou 4.932 pessoas entre os dias 6 e 8 de março.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below