April 7, 2017 / 2:55 PM / a year ago

Premiê russo diz que ataque dos EUA na Síria ficou "a um passo" de atingir militares da Rússia

MOSCOU (Reuters) - O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, reclamou nesta sexta-feira que o ataque dos Estados Unidos com mísseis de cruzeiro a uma base aérea síria ficou a um passo de atingir militares russos.

O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev. 22/01/2017 REUTERS/Sergei Karpukhin

Autoridades norte-americanas avisaram as forças russas antes do ataque —realizado como punição ao governo sírio por um ataque com armas químicas nesta semana que os EUA dizem ter sido realizado pelo regime de Bashar al-Assad— e evitaram atingir os militares russos que estão na Síria.

Imagens de satélite indicam que a base aérea alvejada, a Shayrat, abriga forças especiais russas e helicópteros militares de Moscou, como parte dos esforços do Kremlin de ajudar o governo sírio a combater o Estado Islâmico e outros grupos militantes.

Em publicação em uma rede social, Medvedev disse que os ataques dos EUA foram ilegais e ficaram “a um passo de distância” de se chocar com forças militares da Rússia.

Reportagem de Denis Pinchuk

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below