7 de Maio de 2017 / às 16:41 / em 5 meses

Meirelles pode pedir veto de Temer a Programa de Regularização Tributária, diz Estadão

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que pretende recomendar um veto presidencial ao relatório do Programa de Regularização Tributária caso ele seja aprovado com mudanças indesejadas no projeto original, segundo entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo publicada neste domingo.

Na última semana, uma comissão parlamentar aprovou uma nova versão de um decreto executivo do plano, com mudanças podem reduzir potenciais receitas do programa para 2 bilhões de reais, ante até 8 bilhões de reais anteriormente.

Na entrevista, Meirelles disse que a base de apoio do presidente Michel Temer no Congresso foi orientada a votar pelo plano original. Se a nova proposta for aprovada no Plenário do Congresso, Meirelles deverá recomendar que Temer vete o plano, devido à redução de receitas.

O Ministério da Fazenda não comentou imediatamente a entrevista.

A situação evidencia a pressão enfrentada pela coalizão de Temer em um momento em que o presidente busca apoio suficiente para aprovar reformas impopulares, como a da Previdência e a Trabalhista.

Segundo especialistas, a decisão da comissão de alterar o decreto do Programa de Regularização Tributária pode ser uma tática para barganhar com o governo apoio à agenda de reformas.

Meirelles negou essa hipótese, dizendo ao Estadão que o programa não é parte da agenda legislativa que o governo discute com os parlamentares para ganhar apoio às reformas.

Por Guillermo Parra-Bernal

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below