12 de Maio de 2017 / às 22:20 / em 5 meses

TJ de SP é alvo de ataque cibernético e desliga computadores; outros órgãos adotam medidas de precaução

SÃO PAULO (Reuters) - O Tribunal de Justiça de São Paulo afirmou nesta sexta-feira ter detectado que computadores do órgão foram alvos do ataque cibernético que está sendo realizado por hackers em dezenas de países, o que levou ao desligamento de todas as máquinas da corte e à suspensão dos prazos processuais.

“Foram detectadas máquinas infectadas e, segundo o protocolo de segurança da tecnologia da informação do Judiciário paulista, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou por cautela o desligamento de todas as máquina do Estado de modo a evitar a propagação”, afirmou o tribunal em nota.

“O expediente transcorre normalmente, inclusive para a prestação das informações necessárias a advogados. Em razão do ocorrido, os prazos processuais serão suspensos”, acrescenta a nota.

Os servidores do Ministério Público do Estado de São Paulo e do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, sediado na capital paulista, também foram desligados, mas de acordo com as assessorias de imprensa dos dois órgãos, apenas como medida de precaução.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) também informaram que foram adotadas medidas de precaução, mas que não foram registrados ataques a esses órgãos. A assessoria de imprensa do STJ disse que as cautelas adotadas podem resultar em lentidão nos serviços eletrônicos prestados pela corte.

A Petrobras informou que “ao tomar conhecimento de um vírus global, adotou medidas preventivas para garantir a integridade da rede e seus dados”. Uma fonte ligada à empresa disse à Reuters, no entanto, que a estatal detectou uma ameaça e foi feita uma reinicialização de cerca de 15 minutos nos computadores da companhia.

Procurada pela Reuters, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) afirmou, em nota, que “tais ocorrências têm a atenção da Anatel, à medida que esses ataques venham a afetar a disponibilidade das redes de telecomunicações e, consequentemente, dos serviços que sobre elas cursam, prejudicando, em última instância, os consumidores desses serviços”.

A Anatel ponderou que sua regulamentação estabelece regras de qualidade às empresas que preveem mecanismos de monitoramento e respostas a essas situações.

Os ataques são do tipo “ramsonware”, em que um vírus instalado no computador mostra uma mensagem na tela afirmando que os arquivos da máquina foram codificadas, impossibilitando o acesso e, para decodificar os arquivos, o usuário terá de pagar um “resgate” em bitcoins, uma moeda virtual.

O ataque atingiu o sistema de saúde do Reino Unido, obrigando hospitais e clínicas a rejeitarem pacientes, e empresas, especialmente na Espanha.

Reportagem de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below