23 de Maio de 2017 / às 12:03 / em 5 meses

Grupo militante Estado Islâmico reivindica autoria de ataque em Manchester

CAIRO (Reuters) - O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque de segunda-feira na Arena de Manchester que deixou ao menos 22 mortos, e disse que a ação foi conduzida com um explosivo implantado no show da cantora norte-americana Ariana Grande, de acordo com comunicado divulgado pelo grupo pelo aplicativo de mensagens Telegram.

Homem fotografa cartaz em Manchester, na Inglaterra. 23/05/2017 REUTERS/Stefan Wermuth

“Um dos soldados do califado foi capaz de colocar um dispositivo explosivo dentro de uma reunião de cruzados na cidade de Manchester”, disse o comunicado.

Reportagem de Omar Fahmy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below