29 de Maio de 2017 / às 22:56 / 5 meses atrás

"Não gasto tempo pensando" em possível eleição indireta, diz Meirelles

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira acreditar que o presidente Michel Temer deve concluir o mandato, até o fim de 2018, e que não pensa na possibilidade de sucedê-lo caso o Brasil passe por uma eleição indireta.

Temer e Meirelles durante reunião no Palácio do Planalto 21/2/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

“Eu não trabalho por hipóteses, trabalho com a realidade. O meu cenário-base é que o presidente vai concluir o seu mandato até o final de 2018 e é sobre isso que eu estou trabalhando”, disse Meirelles durante evento promovido pela revista Exame, em São Paulo. “Estamos trabalhando normalmente, não gasto tempo pensando nesse assunto.”

O governo Temer enfrenta uma forte crise política desde que o presidente virou alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça, em investigação aberta com base em acordo de delação fechado pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS. No próximo dia 6, o Tribunal Superior Eleitoral deve julgar a cassação da chapa Dilma-Temer.

“Eu passei um ano respondendo a outra pergunta: se eu seria candidato em 2018. E a resposta que eu dava é a mesma: estou focado no meu trabalho em colocar o Brasil para crescer e aumentar a capacidade do Brasil crescer mais no futuro”, acrescentou o ministro.

Reportagem de Laís Martins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below