9 de Junho de 2017 / às 13:53 / em 6 meses

Relator vota para cassar chapa Dilma-Temer por caixa 2 via Odebrecht e fala em "cultura de propina"

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Herman Benjamin, relator do processo da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou na manhã desta sexta-feira para cassar a coligação pelo esquema de caixa 2 para a campanha repassado pela empreiteira Odebrecht.

Ex-presidente Dilma Rousseff e presidente Michel Temer, quando era vice da petista, no Palácio do Planalto 24/11/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

Segundo o relator, o empresário Marcelo Odebrecht herdou uma ”cultura de propina“ de uma família que há três gerações ”dominou os poderes constituídos do Brasil“ e idealizou um dos maiores e mais sofisticados esquemas de corrupção do mundo”.

Para o ministro, mesmo com a retirada do depoimento dos executivos da empreiteira, somente os documentos e provas periciais referentes à empreiteira são suficientes para sustentar a conclusão do voto dele.

Pouco antes, o relator disse que a empreiteira, segundo depoimento de Marcelo Odebrecht, disponibilizou 150 milhões em recursos para a campanha da coligação vencedora. Para o ministro, após as investigações, ficou comprovado que a maior parte desses recursos entrou na campanha via caixa 2.

Benjamin sustentou que não é preciso comprovar que esses recursos repassados eram pagamento de propina de negócios da Odebrecht com a Petrobras para caracterizar que houve abuso de poder político e econômico na campanha. Ele disse que o entendimento do TSE prevê que recursos via caixa 2 são suficientes para demonstrar tal abuso.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below