13 de Junho de 2017 / às 13:51 / 4 meses atrás

PF investiga ex-governador de Madri por compra superfaturada de empresa brasileira

Veículo da Polícia Federal no Rio de Janeiro. 28/07/2015 REUTERS/Sergio Moraes

(Reuters) - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira uma operação que investiga um ex-governador de Madri por suspeita de envolvimento em um esquema criminoso que incluiu a compra de uma empresa brasileira com valor superfaturado por um grupo empresarial espanhol com capital público.

O político, que não foi identificado pela PF, teria utilizado recursos públicos para fins particulares, resultando em um prejuízo de 21 milhões de euros aos cofres de Madri, informou a PF em comunicado.

A operação, conduzida em cooperação com autoridades espanholas, cumpre nove mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva dos ex-controladores da empresa brasileira suspeita de envolvimento no esquema, nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A PF também não revelou qual é a empresa.

O ex-governador de Madri Ignacio González foi preso na Espanha em abril deste ano como parte de uma operação contra corrupção que investiga crimes de organização criminosa, desvio de verbas, suborno, fraude e falsificação de documentos.

Apesar de a PF não ter informado o nome do político espanhol investigado, afirmou que o alvo da operação foi o governador de Madri de setembro de 2012 até junho de 2015, período em que González estava no governo, e nomeou a operação de Ignatus, afirmando ser uma referência à origem grega do nome do principal investigado.

Por Maria Clara Pestre, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below