14 de Junho de 2017 / às 18:01 / 4 meses atrás

Suspeito de atirar em deputados republicanos em campo de beisebol criticou Trump nas redes sociais

James Hodgkinson/via REUTERS

(Reuters) - O suspeito que autoridades dizem ter baleado parlamentares republicanos que jogavam beisebol nesta quarta-feira criticou duramente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nas redes sociais e idolatrava o ex-pré-candidato presidencial democrata Bernie Sanders, que via como o único político que entende a classe trabalhadora.

Uma autoridade de alto escalão dos EUA identificou o atirador como James T. Hodgkinson, de Belleville, subúrbio de St. Louis, no Estado do Illinois. Reportagens disseram que ele era um inspetor de propriedades, de 66 anos. Ele morreu devido aos ferimentos sofridos durante uma troca de tiros com a polícia do Capitólio no local do incidente em Alexandria, na Virgínia.

Investigadores acreditam que ele era uma pessoa de “opiniões fortes”, disse a autoridade norte-americana, sem dar detalhes.

O jornal local Belleville News-Democrat publicou uma foto de Hodgkinson protestando diante de uma agência dos correios dos EUA em 2012 com uma placa improvisada que dizia “TAXEM os Ricos”.

Hodgkinson era membro de vários grupos antirrepublicanos no Facebook, como “A Estrada para o Inferno é Pavimentada com Republicanos”, “Eliminem o Partido Republicano” e “Donald Trump não é Meu Presidente”, como mostrou uma pesquisa do que parece ser seu perfil na rede social.

“Trump é Um Traidor. Trump Destruiu Nossa Democracia. É Hora de Destruir Trump e Companhia”, escreveu Hodgkinson em uma postagem de 22 de março com um link para uma petição do site Change.org pedindo a retirada de Trump do cargo.

Sua linha do tempo tinha como foto de capa uma imagem de Sanders, senador do Vermont que concorreu pela candidatura presidencial do Partido Democrata sem sucesso no ano passado.

“Bernie é o Único Candidato em Décadas que Realmente se Importa com a Classe Trabalhadora”, publicou Hodgkinson em 13 de junho de 2016.

A foto de perfil de Hodgkinson era uma bandeira dos EUA sobreposta com o slogan, “Socialismo Democrático explicado em 3 palavras: ‘Nós o Povo’. Desde 1776”.

De acordo com relatos da mídia, Hodgkinson era proprietário de uma empresa de inspeções residenciais chamada JTH Inspections. Sua licença expirou em novembro e não foi renovada, dizem as reportagens.

Em abril de 2006 ele foi acusado de agressão e de auxílio a dano causado a um veículo motorizado, de acordo com registros estaduais, que indicam que as acusações foram retiradas.

Por Colleen Jenkins, Dustin Volz, Gina Cherelus, Letitia Stein, Mark Hosenball e Angela Moon

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below