June 22, 2017 / 6:04 PM / a year ago

Rosa Weber dá 4º voto no STF a favor de revisar delação da JBS só no momento da sentença

BRASÍLIA (Reuters) - A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu nesta quinta-feira o quarto voto no sentido de que os benefícios da delação premiada dos executivos da JBS não poderão ser revistos neste momento, mas apenas na definição da sentença, quando será avaliada a eficácia das informações e provas prestadas pelos delatores.

Ministra do STF Rosa Weber. 08/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

Anteriormente, haviam se manifestado dessa forma os ministro Edson Fachin, relator, e os ministros Alexandre de Moraes e Roberto Barroso.

Em um rápido voto, Rosa Weber disse endossar os “fundamentos lúcidos e serenos” do ministro Fachin. “Reafirmo a competência do colegiado para avaliar, quando da sentença, o cumprimento dos termos e a eficácia do acordo”, disse.

A ministra também votou a favor de manter Fachin como relator do caso JBS.

Reportagem de Ricardo Brito e Cesar Raizer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below