30 de Junho de 2017 / às 17:09 / em 6 meses

Presidente do STF diz que clamor de Justiça não será ignorado pela corte

(Reuters) - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse nesta sexta-feira ao encerrar o semestre judiciário que o clamor por justiça existente na sociedade não será ignorado pela corte.

Presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, durante sessão da corte em Brasília 22/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

“O clamor por justiça que hoje se ouve em todos os cantos do país não será ignorado em qualquer decisão (do STF)”, disse a ministra, de acordo com o site do Supremo.

“Não seremos ausentes aos que de nós esperam a atuação rigorosa para manter sua esperança de justiça. Não seremos avaros em nossa ação para garantir a efetividade da Justiça”, acrescentou.

Os comentários da ministra no encerramento do semestre do Judiciário, que entra em recesso no mês de julho, vêm em um momento em que o Supremo acentua seu protagonismo na cena política, com decisões relacionadas à operação Lava Jato, a acordos de delação premiada e a uma série de políticos com foro privilegiado investigados com autorização da corte.

Entre esses políticos está o presidente Michel Temer, denunciado pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva e alvo de inquéritos no Supremo sob suspeita de obstrução da Justiça e participação em organização criminosa.

O presidente nega todas as acusações.

Por Eduardo Simões, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below