30 de Junho de 2017 / às 17:09 / em 4 meses

Presidente do STF diz que clamor de Justiça não será ignorado pela corte

Presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, durante sessão da corte em Brasília 22/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

(Reuters) - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse nesta sexta-feira ao encerrar o semestre judiciário que o clamor por justiça existente na sociedade não será ignorado pela corte.

“O clamor por justiça que hoje se ouve em todos os cantos do país não será ignorado em qualquer decisão (do STF)”, disse a ministra, de acordo com o site do Supremo.

“Não seremos ausentes aos que de nós esperam a atuação rigorosa para manter sua esperança de justiça. Não seremos avaros em nossa ação para garantir a efetividade da Justiça”, acrescentou.

Os comentários da ministra no encerramento do semestre do Judiciário, que entra em recesso no mês de julho, vêm em um momento em que o Supremo acentua seu protagonismo na cena política, com decisões relacionadas à operação Lava Jato, a acordos de delação premiada e a uma série de políticos com foro privilegiado investigados com autorização da corte.

Entre esses políticos está o presidente Michel Temer, denunciado pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva e alvo de inquéritos no Supremo sob suspeita de obstrução da Justiça e participação em organização criminosa.

O presidente nega todas as acusações.

Por Eduardo Simões, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below