30 de Junho de 2017 / às 20:29 / em 4 meses

Venda de carros e comerciais leves em junho avança e setor tem alta 5% no semestre, diz fonte

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de veículos leves novos no Brasil voltaram a crescer em junho, acumulando expansão de cerca de 5 por cento no primeiro semestre, acima das expectivas da indústria para todo o ano, informou nesta sexta-feira uma fonte do mercado com acesso aos dados preliminares de licenciamentos.

Carros novos estacionados em pátio da montadora alemã Volkswagen em Taubaté, perto de São Paulo 30/03/2015 REUTERS/Roosevelt Cassio

Os emplacamentos somaram 175,4 mil carros e comerciais leves em junho até o dia 29, crescimento de cerca de 6 por cento ante o mesmo período de maio.

O volume licenciado em junho até a véspera corresponde a uma média por dia útil de 8.768 unidades, 20,8 por cento acima do mesmo período do ano passado, informou a fonte.

“É um número forte (média diária), bem acima das projeções (...) Para o consumo, parece que a melhora mais concreta dos fundamentos da economia está mais que contrabalançando o aumento das incertezas da política”, disse o economista João Morais, responsável pelo setor automotivo na consultoria Tendências.

O economista citou o ambiente de queda de juros ao consumidor, inflação mais baixa e maior flexibilidade dos bancos na concessão de financiamentos como fatores que podem estar apoiando o avanço nas vendas de veículos. Em maio, por exemplo, a concessão de financiamentos de veículos para pessoas físicas cresceu 23 por cento sobre abril, segundo dados do Banco Central.

Com o desempenho de junho, as vendas do primeiro semestre até a véspera alcançaram 979 mil carros e comerciais leves ante 931,2 mil no mesmo período de 2016.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) estima crescimento de 4 por cento nas vendas de carros e comerciais leves em 2017, para cerca de 2 milhões de unidades, mas Morais avalia que a entidade poderá rever para cima a projeção nos próximos meses.

“A previsão de 4 por cento já era. No nosso cenário vai crescer mais. Os dados vieram acima do esperado em maio e estão vindo também em junho”, disse o economista, que até a divulgação oficial dos números do setor, na próxima semana, mantém a sua estimativa de crescimento de 6 por cento nas vendas de veículos leves neste ano.

Em junho, até quinta-feira, a General Motors e o grupo Fiat Chrysler estavam praticamente empatados na liderança de vendas de carros e comerciais leves, com emplacamentos de 31,5 mil unidades cada, segundo informou a fonte.

Volkswagen vinha em seguida, com licenciamentos de 21,4 mil unidades. Hyundai teve vendas de cerca de 17 mil veículos, sendo seguida pela Ford, com 16,4 mil emplacamentos, afirmou a fonte.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below