11 de Julho de 2017 / às 11:09 / 3 meses atrás

Maia diz a interlocutores que considera queda de Temer irreversível, segundo Folha

(Reuters) - Sucessor imediato ao comando do país no caso de afastamento de Michel Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a diversos interlocutores que considera irreversível a queda do presidente da República, segundo o jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante entrevista com a Reuters em Brasília 03/08/2016 REUTERS/Adriano Machado

De acordo com a Folha, Maia disse a parlamentares em uma reunião em sua residência oficial no domingo que falou ao próprio Temer que considera que o presidente pode até sobreviver à votação da primeira denúncia no plenário da Câmara, mas que sucumbiria em uma esperada segunda acusação.

A avaliação do presidente da Câmara é que o resultado da primeira votação influenciaria diretamente na segunda, uma vez que a base aliada se desgastaria em busca de votos na primeira vez, mas seria “mais difícil” em uma segunda oportunidade, acrescentou o jornal.

Na segunda-feira, o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) apresentou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara um voto favorável para que a Casa autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a denúncia contra Temer, ao entender que há “sólidos” indícios da prática do crime de corrupção passiva.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below