13 de Julho de 2017 / às 20:45 / em 5 meses

CCJ da Câmara rejeita parecer que autorizava denúncia contra Temer ser julgada pelo STF

BRASÍLIA (Reuters) - Numa vitória para o Palácio do Planalto, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara rejeitou na tarde desta quinta-feira o parecer do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) que autorizava o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

O parecer de Zveiter foi rejeitado por 40 votos a 25, com uma abstenção. Desde a semana passada, o governo trabalhou fortemente para garantir a rejeição do texto, com a troca de integrantes da CCJ, o estímulo para que as cúpulas e lideranças partidárias pressionassem os deputados a votarem a favor do Planalto e o empenho e liberação de emendas parlamentares.

Com a derrota do parecer de Zveiter, o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), vai designar um novo relator da matéria entre aqueles que votaram contra o texto original. A tendência é que seja usado um voto em separado para rejeitar a autorização apresentado por deputados do PMDB. Esse será o parecer que será votado no plenário da Câmara.

Reportagem de Ricardo Brito

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below