18 de Julho de 2017 / às 11:25 / 3 meses atrás

IPO de operações do Carrefour no Brasil pode ser precificado no piso da faixa indicativa, dizem fontes

Logo da varejista de alimentos francesa, Carrefour, em Tbilisi, nos Estados Unidos 22/04/2016 REUTERS/David Mdzinarishvili

SÃO PAULO (Reuters) - A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) das operações do Grupo Carrefour no Brasil pode ser precificada no piso da faixa indicativa nesta terça-feira, refletindo preocupações sobre a avaliação da maior rede de supermercados do país, disseram três pessoas familiarizadas com o assunto.

Na noite de segunda-feira, a demanda dos investidores atingia menos de duas vezes o total de ações ofertadas no IPO, baseada no piso de 15 de reais por ação, contaram as fontes, que pediram anonimato para discutir a operação livremente.

O Carrefour e os acionistas esperam levantar até 5,6 bilhões de reais, se o IPO for precificado no teto da faixa indicativa, ou 19 reais por ação ordinária.

Procurado, o Carrefour não comentou.

Já a oferta inicial da Biotoscana, um grupo farmacêutico com sede na Colômbia, atraía uma demanda de três vezes o total de ações ofertadas, ao preço médio da faixa indicativa de 24,50 a 28,50 reais, acrescentaram duas das fontes.

Reportagem adicional de Dominique Vidalon, em Paris

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below