19 de Julho de 2017 / às 14:12 / em 3 meses

Em meio a tratativas de delação, juiz prorroga permanência de Funaro na PF

BRASÍLIA (Reuters) - O juiz federal Vallinsey Oliveira aceitou um pedido do Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) para prorrogar a permanência na Superintendência da Polícia Federal em Brasília do empresário Lucio Funaro, que tem negociado um acordo de delação premiada com autoridades.

Preso pela operação Lava Jato há um ano, Funaro foi transferido para a Superintendência da PF no dia 5 de julho e, com a nova decisão da Justiça, vai permanecer no local até a sexta-feira da próxima semana.

Conforme a Reuters mostrou no mês passado, o empresário tenta firmar um acordo de delação premiada que deve implicar o presidente Michel Temer. [nL1N1JH0AC]

A defesa de Funaro havia pedido na Justiça que ele permanecesse na Superintendência da PF por mais 30 dias, mas o magistrado do caso atendeu ao pedido apresentado pelo MPF de mantê-lo no local até o dia 28 de julho, alegando “a necessidade de se colher novos esclarecimentos” a respeito de fatos decorrentes das operações conduzidas como as operações Sepsis e a Cui Bono.

Reportagem de Ricardo Brito

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below