21 de Julho de 2017 / às 12:51 / em 5 meses

Agências de turismo dizem que EUA proibirão cidadãos de viajar para Coreia do Norte

SEUL (Reuters) - Duas agências de turismo que organizam viagens para a Coreia do Norte disseram nesta sexta-feira que o governo dos Estados Unidos proibirá em breve que cidadãos norte-americanos viajem para o território norte-coreano, depois da morte de um estudante dos EUA que foi detido durante uma viagem ao país.

Pessoas se reúnem no 23º aniversário de morte do fundador do país, Kim Il Sung, em Pyongyang. Coreia do Norte 8/7/2017 KCNA/via REUTERS

A Koryo Tours disse que a proibição será anunciada no dia 27 de julho e que entrará em vigor 30 dias depois. A agência afirmou que a embaixada sueca, que lida com questões consulares para os Estados Unidos na Coreia do Norte, repassou a informação sobre a proibição, mas não disse quanto tempo irá durar.

“Mas, parece ser o caso que, em pouco mais de um mês, será impossível para norte-americanos visitarem como turistas”, disse o gerente-geral da Koryo Tours, Simon Cockrell, à Reuters, por telefone.

Outra agência de viagens, a Young Pioneer Tours, disse em seu site que também foi informada sobre a proibição, citando a mesma data.

“Depois do período de carência de 30 dias, qualquer cidadão dos EUA que viajar para a Coreia do Norte terá seu passaporte invalidado por seu governo”, disse.

A embaixada dos Estados Unidos na capital da Coreia do Sul, Seul, não respondeu de imediato aos pedidos por comentários.

Reportagem de Se Young Lee e James Pearson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below