5 de Agosto de 2017 / às 21:55 / em 2 meses

Gatlin surpreende Bolt e vence final mundial dos 100 metros; jamaicano chega em 3º

LONDRES (Reuters) - Justin Gatlin, de 35 anos, estragou a despedida de Usain Bolt das pistas e venceu a final dos 100 metros no Mundial disputado neste sábado, provocando um coro de vaias numa multidão infeliz com seu passado ligado ao doping.

O que era para ser uma celebração gloriosa de despedida do maior showman do esporte transformou-se em uma condenação de um de seus maiores vilãos, Gatlin, duas vezes banido por dopping, voltou no tempo para ganhar um segundo título mundial 12 anos depois de seu primeiro e 13 depois de conquistar o ouro olímpico.

Como de costume, Bolt teve uma largada ruim, mas dessa vez ele não conseguiu se recuperar, e o norte-americano Christian Coleman, de 21 anos, que derrotou o jamaicano na semifinal, parecia correr para a vitória.

“É apenas uma dessas coisas”, disse Bolt. “Minha largada está me matando.”

Mas Gatlin, ex-campeão mundial e olímpico, que perdeu a final do Mundial de 2015 contra Bolt, surgiu na hora certa e despontou com perfeição para vencer com 9 segundos e 92 centésimos.

Coleman ficou com a prata, com 9s94, e Bolt com o bronze, com 9s95.

Mas Bolt ainda não terminou. Na próxima semana, ele disputará o revezamento 4x100m, assim como Gatlin.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below