11 de Outubro de 2017 / às 10:47 / em 8 dias

Tite fará poucos testes até a Copa e diz que Argentina mereceu classificação

Tite abraça Neymar durante jogo Brasil x Chile 10/10/2017 REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - A oito meses da Copa do Mundo da Rússia, o técnico Tite afirmou estar satisfeito com o desempenho da seleção brasileira e pretende priorizar o fortalecimento da equipe em vez de realizar muitos testes, e acredita que a Argentina mereceu a classificação para o Mundial.

O Brasil terminou as eliminatórias sul-americanas em primeiro lugar, com 41 pontos, 10 a mais que o segundo colocado Uruguai. Desde que Tite assumiu a seleção, no ano passado, foram 12 jogos oficiais, com 10 vitórias, incluindo a da noite de terça-feira por 3 x 0 sobre o Chile, e apenas dois empates.

Até o Mundial de 2018, o treinador terá alguns amistosos para acertar a seleção.

“Eu gostaria de experimentar mais, mas tenho um dilema: ou fortalece para os grandes jogos ou fica testando em demasia, e com o pouco número de jogos que eu tenho, (a escolha) é pelo fortalecimento da equipe”, disse Tite em entrevista coletiva após a partida contra os chilenos em São Paulo.

“Eu queria dar oportunidades para mais atletas, mas não dá, não tem mais tempo”, acrescentou.

O treinador, no entanto, descartou que o grupo esteja fechado e apontou a lateral-esquerda como um exemplo de dúvida, afirmando que Marcelo, Filipe Luís e Alex Sandro disputam duas vagas.

Tite disse também que os três goleiros ainda não estão definidos, após testar Ederson na vaga do titular Alisson contra o Chile. O terceiro goleiro convocado para a última rodada das eliminatórias foi Cássio.

Para Tite, o Brasil é um dos favoritos para a Copa do Mundo, pelo desempenho e resultados obtidos nos últimos jogos.

“O futebol que a equipe está apresentando me deixa feliz... tem troca de passes para depois verticalizar, marcação posicional. Resgata aquilo que penso de futebol, e associa efetividade, com beleza e ganhar jogos, mostrando que essas coisas não são conflitantes”, afirmou, destacando não saber o limite de sua equipe.

“Eu não tenho a capacidade de projetar o que vai ser lá na frente. Não sei qual o limite, mas a cada dificuldade e adversário, ela (equipe) vai se mostrando.”

No entanto, Tite destacou que os jogadores do Brasil precisam aprender a lidar melhor com as provocações, citando algumas discussões no jogo com os chilenos. “Tem que saber administrar esses momentos, tem que ter maturidade e melhorar”, disse.

Tite citou França e Alemanha como outras favoritas para a Copa do Mundo do ano que vem, e aprovado a classificação da Argentina na última rodada das eliminatórias.

“Eles fizeram por merecer, não era um jogo só, mas uma regularidade... talvez tenham se valido da qualidade do Messi”, afirmou Tite, ao saber que Lionel Messi marcou os três gols da vitória sobre o Equador por 3 x 1 fora de casa.

A quarta seleção sul-americana classificada é a Colômbia, enquanto o quinto colocado Peru disputará uma repescagem contra a Nova Zelândia, e Tite não escondeu sua torcida pelos peruanos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below