December 11, 2017 / 11:56 AM / 2 months ago

Putin ordena retirada de forças russas da Síria

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou, nesta segunda-feira, que forças russas comecem a se retirar da Síria, dizendo que, após uma campanha militar de dois anos, Moscou e Damasco alcançaram seu objetivo de destruir o Estado Islâmico.

Putin fez o anúncio durante visita surpresa à base aérea russa de Hmeymim na província síria de Latakia, onde conversou com o presidente sírio, Bashar al-Assad, e falou com militares russos.

A Rússia começou a lançar ataques aéreos na Síria em setembro de 2015, em sua maior intervenção no Oriente Médio em décadas, favorecendo Assad no conflito, e ao mesmo tempo aumentando dramaticamente a influência de Moscou no Oriente Médio.

Nesta segunda-feira, Putin ordenou que forças russas comecem a se retirar para suas bases permanentes na Rússia, disse o Kremlin em seu site.

“A tarefa de combater bandidos armados aqui na Síria, uma tarefa que foi essencial resolver com a ajuda de extenso uso de força armada, foi em sua maior parte, resolvida e resolvida de maneira espetacular”, disse Putin, em comentários transmitidos em canais de TV russos.

“Eu os parabenizo”, disse Putin a militares russos reunidos na base.

Ele também disse, segundo relatos, que a Rússia irá manter a base aérea de Hmeymim assim como uma instalação naval no porto sírio de Tartous.

Reportagem de Andrew Osborn, Andrey Ostroukh e PolinaNikolskaya

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below