December 11, 2017 / 5:36 PM / in 6 months

Explosão atinge terminal de transportes em Nova York e suspeito é detido

Por Nick Zieminski e Daniel Trotta

Policiais de Nova York fazem segurança perto de terminal de transportes 11/12/2017 REUTERS/Amr Alfiky

NOVA YORK (Reuters) - Um homem com uma bomba caseira presa ao corpo desencadeou uma explosão em um terminal de transportes de Nova York na hora de pico da manhã desta segunda-feira, ferindo a si mesmo e a três outras pessoas no que o prefeito da cidade, Bill de Blasio, classificou como uma tentativa de ataque terrorista.

O suspeito do ataque ao terminal de ônibus de Port Authority, a um quarteirão de Times Square, foi identificado como Akayed Ullah, disse o comissário do Departamento de Polícia de Nova York. Ele sofreu queimaduras e outras lacerações, e três outras pessoas, incluindo um policial, sofreram ferimentos menores.

A arma se baseou em uma bomba de cano e o suspeito a prendeu a si mesmo com fechos e velcro, disse a polícia. Falando em uma coletiva de imprensa perto do local do atentado, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, descreveu o artefato como de nível “amador”.

“Como nova-iorquinos, nossas vidas giram em torno do metrô. Quando ouvimos sobre um ataque no metrô é incrivelmente perturbador”, disse De Blasio na mesma coletiva de imprensa.A cidade de Nova York foi mais uma vez um alvo, disse John Miller, vice-comissário de Inteligência e Contraterrorismo.Miller citou os ataques de 11 de setembro, que mataram mais de 2.750 pessoas em Nova York e 3 mil no total, e o ataque com bomba ao World Trade Center de 26 de fevereiro de 1993, que matou seis pessoas.

“No decurso do mundo pós-11 de setembro, como vocês estão cientes, também houve aproximadamente 26 complôs de que podemos falar que foram evitados por meio de inteligência, investigação e intervenção”.

O incidente foi filmado por câmeras de segurança, informou a polícia. Um vídeo publicado no site do jornal New York Post mostrou fumaça e um homem caído no túnel que liga a estação de metrô de Times Square à estação de ônibus. Uma foto mostrou um homem caído de rosto para baixo com roupas esfarrapadas e queimaduras no torso.

“Houve uma correria escada acima para sair”, contou o passageiro Diego Fernandez. “Todos estavam assustados e correndo e gritando”.

Alicja Wlodkowski, moradora da Pensilvânia que passava o dia na metrópole, estava sentada em um restaurante do terminal de ônibus.

“De repente, vi um grupo de pessoas, umas seis pessoas, correndo como loucas. Uma mulher caiu. Ninguém nem parou para ajudá-la porque o pânico era muito assustador”.

O terminal foi fechado temporariamente e grande parte da região de Midtown Manhattan foi interditada para o tráfego. O serviço de trens do metrô teve interrupções, mas estava voltando ao normal.

Reportagem adicional de Bernie Woodall, Gina Cherelus, Makini Brice e Fred Katayama

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below