December 12, 2017 / 12:12 PM / a month ago

Conab eleva projeção de safra de soja 2017/18 do Brasil para 109,2 mi t

Por José Roberto Gomes

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja 2017/18 do Brasil, em fase final de plantio, foi estimada nesta terça-feira em 109,2 milhões de toneladas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), acima do intervalo de 106,4 milhões a 108,6 milhões de toneladas considerado na previsão de novembro.

A revisão ocorre em meio a condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento da oleaginosa, deixando para trás as preocupações decorrentes do atraso na semeadura por causa da estiagem entre setembro e outubro.

No fim do mês passado, consultorias já haviam adiantado à Reuters que as projeções para o atual ciclo da soja no Brasil, maior exportador global do produto, seriam elevadas.

Mesmo assim, a produção da oleaginosa em 2017/18 deverá ficar aquém do recorde de 114,1 milhões de toneladas de 2016/17, temporada “considerada um feito excepcional do setor agrícola brasileiro” em razão do bom tempo e de produtividades elevadas, de acordo com a Conab.

Até o momento, o rendimento das lavouras de soja está estimado em 3,123 toneladas por hectare, ante 3,364 hectares no ciclo passado.

Essa produtividade menor atenua a expansão de área prevista pela Conab para a cultura. A semeadura tende a crescer 3,1 por cento, para um recorde de 35 milhões de hectares, “graças à maior liquidez e a possibilidade de melhor rentabilidade em relação a outras culturas”, explicou a companhia em relatório.

Tal área fica dentro do intervalo previsto em novembro pela Conab, de 34,6 milhões a 35,3 milhões de hectares.

MILHO

Em paralelo, o órgão do governo afirmou que a safra total de milho 2017/18 deverá cair tanto em produção quanto em área.

A expectativa é de safra de 92,2 milhões de toneladas de milho, distribuídas em 25 milhões de toneladas na primeira (“verão”) e 67,2 milhões de toneladas na segunda safra (“safrinha”).

Em 2016/17, o país produziu 97,8 milhões de toneladas. Em novembro, a Conab previa algo entre 91,6 milhões e 93,05 milhões de toneladas.

“A área do milho primeira safra deve diminuir 9,6 por cento, o que vai refletir na área total da cultura, estimada em uma redução de 528 mil hectares”, comentou a Conab.

Milho e soja respondem por 89 por cento da safra total 2017/18 do Brasil, estimada pela companhia em 226,5 milhões de toneladas, queda de 4,7 por cento ante 2016/17.

Em novembro, a Conab previa uma colheita entre 223,3 milhões e 227,5 milhões de toneladas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below