December 12, 2017 / 12:57 PM / 10 months ago

Acordo entre bancos e poupadores prevê pagamento de até R$5 mil duas semanas após a homologação

BRASÍLIA (Reuters) - O acordo fechado entre bancos e poupadores em relação às perdas decorrentes de planos econômicos prevê o desembolso de uma primeira parcela de até 5 mil reais após a homologação pelo Supremo Tribunal Federal, disse uma fonte com conhecimento sobre as negociações.

Imagem ilustrativa de moedas de real 15/10/2015 REUTERS/Bruno Domingos

Em comunicado, Advocacia Geral da União, Banco Central, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirmaram mais cedo terem concluído na véspera as negociações que buscam encerrar as disputas judiciais sobre os planos econômicos Bresser, Verão e Collor II.

O acordo deverá ser protocolado ainda nesta terça-feira no STF. O objetivo, segundo a fonte, é permitir que a homologação ocorra antes do recesso do judiciário no fim do ano.

No fim do mês passado, a AGU já havia informado que as partes chegaram a um consenso sobre as condições financeiras que iriam nortear o acordo, considerada a parte mais difícil para se chegar a um entendimento. A estimativa na ocasião era de que o acordo englobasse valores que chegariam à cerca de 10 bilhões de reais a serem pagos pelos bancos aos poupadores.

Por Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below