December 16, 2017 / 2:39 PM / 8 months ago

Futuro de primeiro-ministro australiano está em jogo em eleição em Sydney

SYDNEY (Reuters) - Eleitores começaram a votar em uma eleição suplementar de Sydney neste sábado que pode determinar o futuro do primeiro-ministro australiano Malcolm Turnbull, que pretende reconquistar a maioria no Parlamento e garantir sua liderança.

A campanha de eleição ao assento de Bennelong tem sido disputada entre o candidato do governo de centro-direita, ex-estrela do tênis John Alexander, e a oposicionista trabalhista Kristina Keneally, ex-premiê de alto escalão de New South Wales, estado mais populoso da Austrália.

O resultado da eleição pode ter sérias repercussões para a coalizão conservadora de Turnbull. Caso Alexander perca, o governo será forçado a governar em minoria e dependerá do apoio de deputados independentes.

John Warhurst, professor de ciência política da Universidade Nacional Australiana em Canberra, afirmou que a posição de Turnbull ficará insustentável caso o governo perca a eleição suplementar.

Alexander disputa novamente o cargo após renunciar no início de novembro, depois de ser varrido por uma crise de cidadania que até agora fez 10 deputados deixarem o Parlamento, forçados por decisões judiciais ou por escolha própria.

Ele deixou o Parlamento por acreditar que poderia ter dupla cidadania, o que desde então revogou. A Constituição Australiana barra estrangeiros de sentarem no Parlamento para evitar comprometimento.

Reportagem de Colin Packham em Sydney e Alana Schetzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below