December 16, 2017 / 5:39 PM / 10 months ago

Sindicato de petróleo da Nigéria convoca greve após impasse em discussões

ABUJA (Reuters) - Um grande sindicato de petróleo da Nigéria disse, neste sábado, que irá deflagrar uma greve na segunda-feira, após conversas para resolver uma disputa sobre óleo doméstico e empresas de gás, chegarem a um impasse.

A PENGASSAN, associação de funcionários sênior de petróleo e gás no país, cujos membros majoritariamente trabalham na indústria de óleo, está em conflito com as empresas em relação à demissão de membros do sindicato.

A greve pode afetar a produção de óleo da Nigéria e as exportações, como ocorrido em dezembro do ano passado, durante uma ação da PENGASSAN contra a Exxon Mobil.

A disputa cresceu depois que empresas de óleo e gás e operadores de campos marginais demitiram membros do sindicato. Campos marginais referem-se a descobertas feitas por grandes empresas petrolíferas durante a exploração de uma grande área, mas que foram deixadas para que outros desenvolvessem.

O sindicato PENGASSAN pediu que o governo force a administração dessas empresas a revogar a demissão dos trabalhadores. O sindicato disse que as companhias ordenaram “maciças” demissões, mas não mostraram números.

A saída de óleo da Nigéria, maior exportadora da África, tem sido volátil nos últimos dois anos por causa de ataques militantes, roubo de oleodutos, sabotagem e ações industriais. 

Reportagem de Camillus Eboh e Paul Carsten

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below