January 4, 2018 / 5:51 PM / 17 days ago

Concessionárias esperam alta de 12% nas vendas de veículos novos no Brasil em 2018

Por Alberto Alerigi

SÃO PAULO (Reuters) - O setor brasileiro de veículos deve ter neste ano crescimento de quase 12 por cento nas vendas no mercado interno, mas só deve retornar ao pico atingido em 2012 por volta de meados da década de 2020, estimou nesta quinta-feira a Fenabrave, associação que representa as concessionárias do país.

A entidade espera que as vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil este ano atinjam 2,5 milhões de unidades, alta de 11,8 por cento sobre o volume licenciado em 2017, quando o setor interrompeu uma série de quatro quedas anuais, apresentando crescimento de 9,2 por cento.

As vendas atingiram recorde histórico em 2012, com licenciamentos de 3,8 milhões de veículos.

“Provavelmente o setor só voltará nesse nível de 2012 por volta de 2024, 2025, vai ser uma recuperação gradual”, disse o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr., a jornalistas, referindo-se ao segmento de carros e comerciais leves.

A indústria de veículos, especificamente, tem uma capacidade de produção de 5 milhões de unidades por ano no Brasil. Segundo Assumpção Jr., no segmento de caminhões, a expectativa é de retorno ao pico de vendas atingido em 2011, de 173 mil unidades, em 2022.

Na avaliação da assessora econômica da entidade, Tereza Fernandez, da consultoria MB Associados, o Produto Interno Bruto do Brasil deve crescer 3,1 por cento em 2018, impulsionado por safra agrícola, ambiente internacional favorável, cenário de inflação e juros contidos, além de investimentos em energia elétrica e gastos da Petrobras em sondas de exploração.

“Para qualquer aspecto que olhemos, a economia voltou a crescer. Em 2017, o crescimento do país se deu pelo lado da demanda, não pelo investimento em novas capacidades de produção, algo que vai demorar um pouco ainda para voltar a acontecer por causa da capacidade ociosa ainda grande da indústria”, disse Fernandez.

Ela, porém, ressaltou que a projeção de crescimento da economia neste ano é baseada na aprovação da reforma da previdência em fevereiro. “Mas estamos muito confiantes de que vai passar (a reforma)”, acrescentou.

Em entrevista à Reuters publicada nesta quinta-feira, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que o governo ainda precisa de 50 votos na Câmara dos Deputados para aprovar a reforma da previdência.

Em dezembro, as vendas de veículos no Brasil subiram cerca de 4 por cento sobre novembro e sobre dezembro de 2016, para 212,6 mil unidades, encerrando o ano passado com um total licenciado de 2,24 milhões de unidades, segundo a Fenabrave.

Por segmento, as vendas de carros e comerciais leves subiram 3 por cento em dezembro sobre um ano antes, para 204,8 mil unidades, enquanto as de caminhões avançaram quase 39 por cento, para 6,17 mil veículos. Em ônibus, houve incremento de cerca de 73 por cento nas vendas, para 1,6 mil unidades.

“Caminhões é PIB. Se o PIB cresce, caminhão cresce. Estamos sentindo os empresários mais confiantes, as montadoras começaram 2018 com estrutura plena de produção e também visão de trabalho aos sábados”, disse o vice-presidente da Fenabrave para a área, Sergio Zonta.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below