January 17, 2018 / 10:58 AM / 4 months ago

Polícia de Mianmar mata 7 manifestantes a tiros no turbulento Estado de Rakhine

YANGON (Reuters) - A polícia de Mianmar matou a tiros sete manifestantes e deixou 12 feridos no turbulento Estado de Rakhine, após um encontro local para celebrar um antigo reino budista se tornar violento.

Moradores do Estado de Rakhine, em Mianmar, protestam contra morte de manifestantes em Sittwe 17/01/2018 REUTERS/Stringer

Os manifestantes se reuniram na noite de terça-feira no município de Mrauk U, no norte de Rakhine, para lembrar o fim do reino de Arakan, disse o secremtário do governo estadual de Rakhine, Tin Maung Swe, à Reuters.

A manifestação violenta destaca os desafios enfrentados pela líder de Mianmar, Aung San Suu Kyi, em um país onde dezenas de grupos étnicos têm clamado por autonomia desde a independência do Reino Unido, em 1947.

Cerca de 4 mil pessoas cercaram um prédio do governo após a cerimônia anual marcando o fim do reino de Akaran, há 200 anos, disse Tin Maung Swe. Organizadores não pediram aprovação de autoridades locais para a manifestação, disse.

“A polícia usou balas de borracha inicialmente, mas a multidão não saiu. Eventualmente membros da segurança tiveram que atirar. O conflito aconteceu quando algumas pessoas tentaram tomar armas da polícia”, disse.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below