January 21, 2018 / 5:37 PM / 7 months ago

Forças turcas avançam sobre a Síria e confrontam milícia curda

AZAZ, Síria (Reuters) - Forças terrestres turcas avançaram neste domingo sobre a província de Afrin no norte da Síria, afirmou Ancara, após a Turquia realizar ataques terrestres e aéreos a uma milícia curda que é apoiada pelos Estados Unidos e os turcos pretendem expulsar de sua fronteira.

A milícia YPG, apoiada pelos EUA, mas vista como uma organização terrorista pelos turcos, disse ter repelido as forças turcas e seus aliados após confrontos ferozes.

Ataques terrestres e aéreos intensos continuaram a atingir algumas aldeias, disse o YPG, e as batalhas se acentuaram ao norte e a oeste de Afrin contra as forças turcas e seus aliados rebeldes sírios, disse Birusk Hasaka, o porta-voz do YPG em Afrin.

A ação marcou o segundo dia de luta depois que Ancara abriu no sábado uma nova frente na guerra síria que já dura quase sete anos. Sob o que o governo turco chamou de “Operação Olive Branch”, ataques terrestres e aéreos turcos atingiram posições da YPG em Afrin.

A Turquia está mirando a milícia apoiada pelos Estados Unidos em um momento em que os laços com o aliado Washington parecem perto do ponto de ruptura.

A Turquia vê o YPG como uma extensão do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que realizou uma insurgência mortal de três décadas no sudeste turco principalmente curdo. Os Estados Unidos estão apoiando o YPG na Síria, vendo isso como um parceiro efetivo na luta contra o Estado Islâmico.

O primeiro-ministro Binali Yildirim disse que o exército turco, o segundo maior da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), criaria uma “zona segura” de 30 km na região, de acordo com a rede HaberTurk.

“Nossos jatos decolaram e começaram a bombardear. E agora a operação terrestre está em andamento. Agora vemos como o YPG ... está fugindo em Afrin”, disse o presidente Tayyip Erdogan. “Nós os perseguiremos. Se Deus quiser, completaremos esta operação muito rapidamente.”

Cerca de 25 mil rebeldes do Exército Livre Sírio estão participando da operação com objetivo de recuperar as cidades e vilas árabes ocupadas pelo YPG quase dois anos atrás, disse um comandante rebelde.

Um foguete disparado através da fronteira da Síria atingiu a cidade fronteiriça turca de Reyhanli no domingo, matando um cidadão sírio e ferindo 32 pessoas, disse a TV NTV citando o prefeito da cidade. A CNN turca disse que três foguetes no total foram disparados pela fronteira em direção a Reyhanli.

Os ataques seguem semanas de advertências contra o YPG na Síria de Erdogan e seus ministros. A Turquia ficou particularmente indignada com o anúncio de que os Estados Unidos planejavam treinar 30 mil pessoas em partes do nordeste da Síria sob o controle das Forças Democráticas da Síria lideradas pelo YPG.

O ministro das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, disse a repórteres que qualquer um que se opunha à ação em Afrin estava ao lado de terroristas e seria tratado em conformidade.

Ele disse que Ancara esperava que a França apoiasse a operação da Turquia, depois que a França pediu a Ancara para agir com moderação e disse que pediria uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

As facções rebeldes do exército sírio livre apoiadas pela Turquia capturaram uma aldeia curda sem resistência e estavam limpando minas terrestres, disse um funcionário turco.

O YPG disse que havia repelido as forças turcas.

“Todos os ataques dos militares turcos contra Afrin foram repelidos até agora e eles foram forçados a recuar”, afirmou Nouri Mahmoudi, membro do YPG. Desde a manhã, os combatentes trocaram bombardeios e entraram em confronto ao longo de várias linhas de frente em torno de Afrin, disse.

Reportagem adicional de Ezgi Erkoyun em Instambul; Orhan Coskun em Ancara e Ellen Francis em Beirute

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below