February 4, 2018 / 1:31 PM / in 3 months

Atriz Uma Thurman acusa Harvey Weinstein de assédio sexual

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Uma Thurman acusou o produtor de filmes Harvey Weinstein de assédio sexual em um hotel de Londres depois de trabalharem juntos no filme de sucesso “Pulp Fiction - Tempo de Violência”, de 1994.

Em um artigo do New York Times, no sábado, da colunista Maureen Dowd, Thurman quebrou seu silêncio depois de dizer em outubro que esperaria para falar sobre comportamento inadequado no local de trabalho, porque ela não queria falar nada com raiva.

Thurman tornou-se a mais recente de mais de 70 mulheres que acusaram Weinstein, de 65 anos, de má conduta sexual, incluindo violações. O advogado de Weinstein disse no sábado que o produtor imediatamente se desculpou com Thurman por ter feito uma “abordagem inadequada” há 25 anos, mas que suas afirmações sobre ser agredida fisicamente eram falsas.

No artigo do Times, Thurman, de 47 anos, disse que Weinstein a empurrou quando ela o encontrou em sua suíte no Savoy Hotel de Londres.

“Ele tentou se debruçar sobre mim. Ele tentou se despir. Ele fez todos os tipos de coisas desagradáveis. Mas ele realmente não usou força e me obrigou”, disse ela ao jornal.

Questionado pela Reuters, um representante de Thurman disse que o artigo do Times falou por si.

O advogado de Weinstein, Ben Brafman, disse que o produtor ficou atordoado e entristecido pelo que ele considerou falsas alegações de alguém com quem trabalhou em mais de duas décadas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below