February 11, 2018 / 3:33 PM / 8 months ago

Coreia do Norte não menciona convite ao Sul durante visita

SEUL (Reuters) - A delegação da Coreia do Norte enviada às Olimpíadas de Inverno manteve conversas “francas e objetivas” com o presidente sul-coreano Moon Jae-in, informou a agência de notícias norte-coreana no domingo, mas não mencionou o convite do Norte a Moon para um encontro em Pyongyang.

A delegação, o grupo de mais alto ranking a visitar o Sul, liderada pela irmã mais nova do líder do Norte, Kim Jong Un, concluiu sua visita no domingo depois de encantar e intrigar o público sul-coreano, mas ainda enfrenta profundo ceticismo sobre a sinceridade de Pyongyang para melhorar as relações.

Em uma rara honra a convidados estrangeiros, Moon encontrou a irmã do líder norte-coreano, Kim Yo Jong, quatro vezes durante a visita de três dias da delegação. O chefe de gabinete de Moon promoveu um jantar de despedida para a delegação antes de assistirem a uma apresentação de uma orquestra norte-coreana, o último compromisso no itinerário do grupo antes de retornar ao seu país.

“Nunca pensei em visitar (o Sul) tão de repente e acreditei que seria estranho e diferente, mas vi muitas coisas semelhantes ou iguais”, disse Kim Yo Jong em um brinde durante o jantar de domingo, acrescentando que esperava encontrar os “rostos amigos” mais tarde em Pyongyang.

O primeiro-ministro sul-coreano, Lee Nak-yeon, organizou um almoço para a delegação de Pyongyang em um hotel de cinco estrelas.

No sábado, Kim Yo Jong “cordialmente” entregou uma carta pessoal do líder norte-coreano para Moon e falou-lhe da “intenção” de seu irmão, disse a agência de notícias estatal da Coreia do Norte KCNA, sem dar detalhes.

Funcionários sul-coreanos disseram que Moon havia sido convidado para Pyongyang para falar com Kim Jong Un durante as conversas e o almoço que Moon promoveu na Casa Presidencial, em Seul, no sábado. Tal reunião, se acontecesse, marcaria o primeiro encontro entre as Coreias desde 2007.

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, de volta a Washington depois de participar da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang, disse que os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão concordaram em isolar a Coreia do Norte devido ao  seu programa de armas nucleares.

Um funcionário da Casa Branca disse que, embora Moon não tenha discutido o convite com Pence, o presidente sul-coreano deixou bem claro que somente quando a Coreia do Norte realmente começar a tomar medidas para desnuclearizar, seria considerada a retirada das pressões.

De acordo com a Casa Azul, Kim Jong Un queria conhecer Moon “em um futuro próximo” e gostaria que ele visitasse a Coreia do Norte “o mais cedo que puder”, disse sua irmã a Moon.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below