March 30, 2018 / 4:07 PM / 3 months ago

Regulador de Cingapura diz que negócio Uber-Grab teria violado competição

CINGAPURA (Reuters) - O regulador de concorrência de Cingapura disse que tem bases razoáveis para suspeitar que a competição foi violada pela venda das operações do Uber Technologies no sudeste da Ásia para sua maior rival regional, a Grab.

Um passa pelos escritórios do Uber e da Grab em Cingapura. 26/03/2018. REUTERS/Edgar Su

Em uma medida rara, a Comissão de Competição de Cingapura (CCS) começou uma investigação sobre o negócio e propôs medidas cautelares que vão exigir que Uber e Grab mantenham independentes seus sistema de preços anteriores à transação, disse o regulador em comunicado nesta sexta-feira.

A proposta também exige que Uber e Grab não tomem nenhuma ação que possa levar à integração de seus negócios em Cingapura, uma ação que pode representar um grande obstáculo para as tentativas da companhia dos EUA de melhorar sua lucratividade saindo do mercado do Sudeste Asiático, onde registra prejuízos.

É a primeira vez que a comissão determinou medidas imediatas em um negócio no país.

“Para endereçar preocupações dos consumidores, nos comprometemos voluntariamente a manter nossa estrutura de preços e não vamos elevar a base de tarifas. Esse é um compromisso que estamos preparados a ter com o CCS e o público”, disse Lim Kell Jay, chefe da Grab Singapore, em um comunicado à Reuters.

O Uber não estava imediatamente disponível para comentar.

Por Miyoung Kim, reportagem adicional de FathinUngku

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below