April 17, 2018 / 9:18 PM / 3 months ago

Meirelles diz que é íntegro e não vê problema em envolvimento do MDB em denúncias

SÃO PAULO (Reuters) - O pré-candidato à Presidência da República, Henrique Meirelles, defendeu sua integridade e disse não ver problema no fato do MDB, partido ao qual se filiou recentemente, estar no centro de escândalos de corrupção.

Pré-candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, dá entrevista a jornalistas em São Paulo 17/04/2018 REUTERS/Nacho Doce

Meirelles, que deixou o cargo de ministro da Fazenda há cerca de 10 dias para tornar-se pré-candidato, também disse que não vê nos índices de rejeição ao governo do presidente Michel Temer um fator que dificultaria sua postulação ao Palácio do Planalto.

“Acho que isso é um processo normal de toda a política brasileira neste momento”, disse Meirelles, citando que membros de outros grandes partidos, como PT e PSDB, também são alvo de denúncias.

“No meu caso pessoal, não há nada disso e o que eu tenho é um histórico de serviço e integridade pessoal e eu acho que isso, na realidade, tem um efeito extremamente positivo na população”, afirmou Meirelles durante coletiva de imprensa após evento com investidores em São Paulo.

O presidenciável também avaliou que o alto índice de rejeição ao governo Temer, que alcançou 70 por cento segundo pesquisa do Datafolha divulgada nesta terça-feira, não atrapalha sua intenção de tornar-se presidente e defendeu os sucessos da gestão.

“Acho que esse governo tem um histórico de sucessos, é um governo que encontrou o Brasil na maior recessão da história e o Brasil voltou a crescer”, afirmou Meirelles, citando a aprovação da reforma do Ensino Médio, da reforma trabalhista e da lei da governança das estatais.

“Portanto, é um governo que tem uma trajetória bem sucedida, então não acho que há necessidade de descolamento de nada, muito pelo contrário”, disse o pré-candidato.

O ex-ministro da Fazenda reafirmou que não cogita disputar cargo de vice-presidente e que sua candidatura é para a Presidência, o que já havia declarado ao deixar o cargo no governo.

Com a sinalização de Temer de que pretende disputar a reeleição, o MDB ainda precisará decidir qual das possíveis candidaturas levará adiante ou pensar em uma composição de chapa.

Reportagem de Laís Martins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below