June 24, 2018 / 5:20 PM / 3 months ago

Polícia procura motivo após explosão em comício no Zimbábue ferir 49 pessoas

HARARE (Reuters) - A polícia disse neste domingo que 49 pessoas foram feridas em uma explosão em um evento de campanha eleitoral do presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, com previsão de que o número aumente, mas as autoridades ainda procuram um motivo para a explosão.

Mnangagwa chegou ao poder após um golpe de Estado ter forçado seu mentor, Robert Mugabe a renunciar. Mugabe disse posteriormente que se sentiu traído por seu ex-protegido, classificando seu governo como ilegal.

O Zimbábue realizará sua primeira eleição pós-Mugabe em 30 de julho. Os principais candidatos são Mnangagwa, de 75 anos, e o líder do oposicionista Movimento Democrático para Mudança Nelson Chamisa, de 40 anos.

A porta-voz da polícia nacional, Charity Charamba, disse que a polícia estava seguindo pistas sobre a explosão, que ocorreu no sábado em um estádio em Bulawayo, centro da oposição onde o partido governista ZANU-PF, de Mnangagwa, perdeu todas as eleições nacionais desde 2000.

Mnangagwa escapou sem ferimentos e disse que a explosão não irá desencaminhar a eleição.

“Nós esperamos que o número aumente, uma vez que algumas vítimas podem surgir ao longo do dia”, disse Charamba aos repórteres, acrescentando que uma “recompensa significativa” estava sendo oferecida por informações. Ela não deu detalhes.

Não ficou claro quem foi responsável pela explosão, que Mnangagwa classificou como um ato covarde.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below