June 27, 2018 / 12:50 PM / 5 months ago

Príncipe William encontra presidente palestino na Cisjordânia ocupada

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - O príncipe William, do Reino Unido, expressou esperança na paz duradoura no Oriente Médio ao se encontrar nesta quarta-feira com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, na Cisjordânia ocupada, na primeira visita oficial de um membro da família real britânica aos territórios palestinos.

Presidente palestino, Mahmoud Abbas, e príncipe William em Ramallah, na Cisjordânia ocupada 27/06/2018 Alaa Badarneh/Pool via Reuters

William, segundo na linha sucessória do trono britânico, foi recebido com um tapete vermelho, guarda de honra e banda oficial na sede do governo palestino na cidade de Ramallah.

“Estou muito feliz que nossos dois países trabalhem tão bem juntos e tenham tido histórias de sucesso com trabalhos de assistência e educação no passado, então, que isso continue por muito tempo”, disse William a Abbas no início da reunião.

“Meus sentimentos são os mesmos que os seus na esperança de que haja paz duradoura na região”, disse o príncipe.

Na terça-feira, o presidente de Israel, Reuven Rivlin, pediu publicamente que o príncipe levasse a Abbas “uma mensagem de paz” e o dissesse que é hora de encontrar uma maneira de “construir confiança” entre Israel e os palestinos.

A posição de Rivlin é majoritariamente cerimonial e, em comentários divulgados após sua própria reunião com William mais cedo no mesmo dia, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não fez nenhum pedido do tipo.

Negociações de paz entre Israel e palestinos foram interrompidas em 2014, e a hostilidade tem aumentado desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel em dezembro, transferindo a embaixada do país para a cidade.

“O lado palestino está comprometido com o processo de paz com os israelenses, para que os dois Estados possam viver juntos pacificamente de acordo com as fronteiras de 1967”, disse Abbas em comentários públicos durante sua reunião com William.

Os palestinos querem Jerusalém Oriental, tomada por Israel junto com a Cisjordânia e a Faixa de Gaza durante a Guerra dos Seis Dias em 1967, como capital do Estado que buscam estabelecer nos dois territórios.

Ainda nesta quarta-feira, William visitou um campo de refugiados palestinos na Cisjordânia ocupada, passando por uma clínica administrada pela ONU perto da cidade de Ramallah.

Até agora, era política do Reino Unido não fazer uma visita oficial da família real a Israel ou aos territórios ocupados até que o conflito entre israelenses e palestinos fosse resolvido.

Reportagem de Jeffrey Heller e Maayan Lubell

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below