July 7, 2018 / 2:33 PM / 4 months ago

China seguirá caminho de reformas e abertura de mercado, diz premiê

SÓFIA (Reuters) - A China continuará no caminho de abrir seus mercados e outras reformas que elevaram seu crescimento, disse o premiê Li Keqiang neste sábado, um dia depois de Washington e Pequim aplicarem tarifas de 34 bilhões de dólares em importações entre si.

A China abrirá suas portas para produtos estrangeiros, já que o livre comércio precisa ser firmemente mantido para garantir um crescimento econômico global sustentado, disse Li em uma cúpula de líderes do Leste Europeu em Sófia.

“Para produtos estrangeiros que atendam às necessidades do consumidor chinês, abriríamos mais as portas... Diminuiríamos as tarifas de importação para o mercado chinês”, disse ele por meio de um intérprete, sem entrar em detalhes.

Li disse que a reforma econômica desempenhou um papel fundamental no crescimento da China, e que os fundamentos que a sustentam se mantêm.

“A abertura tem sido um dos principais impulsionadores da agenda de reformas da China, então continuaremos a nos abrir mais para o mundo, incluindo o aumento do acesso ao mercado para os investidores estrangeiros”, disse ele.

Pequim anteriormente acusou Washington de desencadear a “guerra comercial de maior escala”. Os impostos americanos sobre uma série de produtos importados chineses entraram em vigor na sexta-feira e foram imediatamente contra-atacados por medidas da China.

Por Tsvetelia Tsolova

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below