July 18, 2018 / 10:31 AM / 2 months ago

Trump diz que "grandes resultados virão" de cúpula com Putin

(Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta-feira que se deu bem com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na cúpula realizada pelos dois líderes na Finlândia nesta semana, e que “grandes resultados virão”.

Cúpula Trump-Putin em Helsinque, na Finlândia 16/07/2018 REUTERS/Kevin Lamarque

“Muitas pessoas nos escalões mais altos da inteligência adoraram meu desempenho na coletiva de imprensa em Helsinque. Putin e eu debatemos muitos assuntos importantes em nossa reunião anterior. Nós nos demos bem, o que realmente aborreceu muitas pessoas cheias de ódio que queriam ver uma luta de boxe. Grandes resultados virão!”, escreveu ele no Twitter.

“Enquanto a reunião da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em Bruxelas foi um triunfo reconhecido, com bilhões de dólares a mais sendo oferecidos por países-membros em um ritmo mais veloz, a reunião com a Rússia pode se revelar, no longo prazo, um sucesso ainda maior. Muitas coisas positivas virão desta reunião”, acrescentou.

Na terça-feira, Trump procurou conter um turbilhão causado pelo que críticos classificaram como sua incapacidade de responsabilizar Putin pelo que agências de inteligência dos EUA disseram ter sido uma interferência na eleição de 2016, dizendo que se expressou mal na coletiva de imprensa conjunta em Helsinque.

O líder norte-americano se absteve de criticar o líder russo pelas ações adotadas por Moscou para minar a eleição e lançou dúvidas sobre as agências de inteligência de seu próprio país, levando alguns parlamentares dos EUA a pedirem sanções mais rigorosas e outras medidas para punir a Rússia. Putin nega qualquer intromissão russa na votação.

Em uma explicação na terça-feira, Trump afirmou: “Eu disse ‘ser’ ao invés de ‘não ser’”, disse Trump a repórteres na Casa Branca mais de 24 horas depois de sua aparição ao lado de Putin. “A frase deveria ter sido ‘não vejo nenhuma razão para não ser a Rússia’”.

Trump retratou a cúpula da Otan da semana passada na Europa como uma vitória de sua postura rígida de exigir que os aliados de Washington se comprometam com mais gastos com a defesa.

Por Alison Williams, em Londres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below