August 4, 2018 / 4:33 PM / 2 months ago

Lucro da Berkshire sobe com economia dando impulso a Buffett

(Reuters) - A Berkshire Hathaway Inc, conglomerado comandado pelo bilionário Warren Buffett, divulgou neste sábado que o lucro operacional trimestral cresceu 67 por cento, com uma recuperação de suas operações ligadas a seguros e conforme várias unidades de negócios se beneficiaram de uma economia em crescimento.

Warren Buffett, presidente-executivo da Berkshire Hathaway Inc. 06/05/2018. REUTERS/Rick Wilking

Os resultados superaram as previsões dos analistas. O lucro na unidade de seguros de automóveis Geico mais do que quintuplicou, a ferrovia BNSF se beneficiou da demanda para embarcar produtos de consumo, grãos, petróleo e aço e a concessionária Berkshire Hathaway Automotive financiou mais compras de veículos.

A Berkshire também disse que o lucro líquido do segundo trimestre quase triplicou, embora isso reflita uma nova regra contábil. Buffett diz que a regra distorce os resultados líquidos e pode enganar os investidores.      O lucro operacional no segundo trimestre subiu para 6,89 bilhões de dólares, ou 4.190 dólares por ação, ante 4,12 bilhões de dólares, ou 2.505 dólares por ação, um ano antes.

Analistas, em média, esperavam lucro operacional de 3.387 dólares por ação, de acordo com levantamento Thomson Reuters I/B/E/S.O lucro líquido subiu para 12,01 bilhões de dólares, ou 7.301 dólares por ação Classe A, ante 4,26 bilhões de dólares, ou 2.592 dólares por ação Classe A, um ano antes.

Os resultados também refletiram um declínio na alíquota efetiva de imposto de renda da Berkshire de 28,9 para 20 por cento, após o corte do ano passado na taxa federal de imposto corporativo.

A Berkshire está sediada em Omaha, no Estado norte-americano de Nebraska, e possui mais de 90 empresas nas áreas de seguros, produtos químicos, energia, alimentos e varejo, peças industriais, ferrovias e outros setores.

Suas operações diárias são supervisionadas por Greg Abel e Ajit Jain, cada um visto pelos investidores como um possível sucessor de Buffett, de 87 anos, como presidente-executivo. Buffett e o vice-presidente do conselho, Charlie Munger, de 94 anos, lidam com importantes decisões de alocação de capital.

A Berkshire também encerrou junho com 111,1 bilhões de dólares em caixa e equivalentes, alguns dos quais Buffett poderia usar para recomprar ações sob uma nova política, dando a ele e Munger mais liberdade para recomprar ações consideradas subvalorizadas.

Por Jonathan Stempel em Nova York, com reportagem adicional de Jennifer Ablan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below