August 18, 2018 / 6:15 PM / 3 months ago

Policial ferido em confronto entre extrema direita e ativistas antinazistas em Berlim

BERLIM (Reuters) - Ao menos um policial foi ferido em Berlim neste sábado, quando cerca de 500 ativistas gritando “Fora Nazistas” entraram em confronto com o mesmo número de ativistas de extrema direita que marcaram o 31º aniversário do suicídio na prisão do condenado nazista Rudolf Hess.

Muitos dos ativistas de extrema direita, vestidos de vermelho e branco, carregavam a bandeira vermelha, branca e preta do Terceiro Reich de Hitler. Um grupo carregava uma placa que proclamava: “Não me arrependo de nada: Nacional Socialista de Berlim”.

“Foram relatados feridos quando algumas pedras e garrafas foram lançadas por ativistas nos manifestantes de extrema direita”, disse à Reuters o porta-voz da polícia de Berlim, Thilo Cablitz.

Cerca de 2.300 policiais estavam a postos para prevenir a violência no evento de Berlim e uma marcha separada de menos de 50 pessoas no subúrbio de Spandau, em Berlim, onde Hess, vice do ditador alemão Adolf Hitler, cumpriu pena de prisão perpétua, decretada no tribunal de crimes de guerra de Nuremberg.

Uma ampla mistura de ativistas organizou manifestações não violentas nos cruzamentos ao longo da rota da marcha no bairro berlinense de Lichtenberg, enquanto outros se reuniram para gritar contra os manifestantes neonazistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below