December 12, 2018 / 5:14 PM / 3 months ago

Tribunal concede acesso a apartamento no Rio para Carlos Ghosn

Carlos Ghosn, CEO da Renault-Nissan Alliance 06/10/2017 REUTERS/Charles Platiau

SÃO PAULO (Reuters) - Um tribunal brasileiro decidiu nesta quarta-feira que o executivo Carlos Ghosn ou sua filha podem ter acesso a um apartamento no Rio de Janeiro para recuperar pertences pessoais, segundo decisão vista pela Reuters.

Ghosn e a montadora japonesa Nissan tem brigado pelo acesso ao apartamento de frente para o mar desde que o executivo foi preso no Japão, no mês passado, acusado de fraude financeira.

A Nissan afirma que o apartamento tem três cofres que podem conter evidências contra Ghosn que poderiam ser perdidas se pessoas próximas do executivo tiverem acesso ao apartamento.

A decisão permite que Ghosn e sua filha Caroline, que recentemente viajou ao Brasil, recuperem pertences como “roupas, fotos, livros, relógios, jóias, documentos” e outros objetos pessoais.

Na terça-feira, um tribunal em Tóquio rejeitou pedido de Ghosn para encerrar sua prisão.

Para recuperar os itens, representantes de Ghosn terão que ser acompanhados por dois oficiais de Justiça, segundo a decisão.

A Nissan não comentou de imediato o assunto no Brasil.

Um representante da família de Ghosn nos Estados Unidos não respondeu de imediato a pedido de comentário.

Por Marcelo Rochabrun

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below