December 13, 2018 / 11:21 AM / in a month

França busca suspeito de Estrasburgo vivo ou morto, diz porta-voz do governo

Policiais franceses realizam operação em Estrasburgo 12/12/2018 REUTERS/Vincent Kessler

ESTRASBURGO, França (Reuters) - Centenas de policiais vasculham o leste da França nesta quinta-feira em busca de um atirador que deixou três mortos e seis feridos em ataque contra um mercado natalino em Estrasburgo.

A França elevou seu alerta de ameaça de segurança ao nível máximo, e a polícia divulgou um cartaz com a imagem de Cherif Chakatt, principal suspeito do caso, que estava em uma lista de monitoramento como possível ameaça a segurança.

Autoridades disseram que o homem de 29 anos desenvolveu ideias religiosas radicais quando esteve preso.

Mais de 700 policiais participam do segundo dia de busca em Estrasburgo, que fica na margem oeste do rio Reno, e nos arredores da cidade. A polícia montou postos de verificação na fronteira alemã e está interrogando pessoas próximas ao suspeito.

Questionado se a polícia foi instruída a deter Chakatt vivo ou morto, o porta-voz do governo, Benjamin Griveaux, respondeu à CNews: “Não importa. A melhor coisa seria encontrá-lo o mais rápido possível”.

O ataque aconteceu em um momento difícil para o presidente francês, Emmanuel Macron, que na, segunda-feira, anunciou redução de impostos para conter uma revolta pública contra o custo de vida na França que desencadeou os piores protestos no centro de Paris desde as manifestações estudantis de 1968.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below