December 17, 2018 / 12:46 PM / 3 months ago

Impasse sobre financiamento de muro pode forçar paralisação parcial do governo dos EUA

Por Richard Cowan e Amanda Becker

Operários trabalham na construção de muro entre EUA e México do lado norte-americano da fronteira 11/12/2018 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

WASHINGTON (Reuters) - Uma disputa entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o Congresso a respeito do financiamento de um muro na fronteira com o México pode provocar uma paralisação parcial de agências do governo e deixar cerca de um quarto da mão de obra federal sem pagamento no Natal.

Trump está exigindo uma primeira parcela de 5 bilhões de dólares para a construção de um muro gigantesco que argumenta ser a única maneira de conter a entrada de imigrantes ilegais e de drogas no país. Democratas, e alguns republicanos, afirmam haver controles de fronteira menos custosos e mais eficientes.

O dinheiro que Trump pede é uma fração pequena dos cerca de 450 bilhões de dólares que o Congresso vinha se preparando para aprovar para financiar várias agências que sem isso ficarão sem fundos no dia 21 de dezembro.

Os parlamentares só terão cinco dias para encontrar um meio-termo e evitar a paralisação.

Grandes parcelas do governo já estão cobertas até setembro de 2019, como os militares e agências a cargo da saúde pública, da educação e de programas dos veteranos.

Na sexta-feira, vários assessores parlamentares democratas e republicanos disseram que não houve nenhum progresso aparente na resolução do impasse desde que Trump e democratas destacados do Congresso discutiram no Salão Oval da Casa Branca diante de câmeras de televisão.

“Sinto orgulho de paralisar o governo pela segurança na fronteira”, disse Trump à líder democrata na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, e ao líder democrata no Senado, Chuck Schumer.

Desde então um assessor republicano graduado da Câmara disse que seu partido está “em uma enrascada” para manter o governo em funcionamento.

Ele observou que seus correligionários, que ainda controlam as duas Casas do Congresso até 3 de janeiro, não conseguirão o mínimo de 218 votos necessários na Câmara para aprovar um projeto de lei de financiamento se este contiver a exigência de Trump de dinheiro para custear o muro, ao qual os democratas se opõem.

Se os fundos acabarem em 21 de dezembro, o programa da Agência Aeroespacial dos EUA (Nasa) pode ficar sem financiamento, além de parques nacionais, o corpo diplomático e programas agrícolas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below