September 25, 2019 / 11:17 AM / 23 days ago

Putin diz a Maduro que defende negociação na Venezuela rejeitada por líder de oposição

Presidente russo, Vladimir Putin, em conversa com Nicolás Maduro, em Moscou 25/09/2019 Sputnik/Alexei Druzhinin/Kremlin via REUTERS

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, apoiou nesta quarta-feira as negociações entre o governo da Venezuela e grupos opositores, que são rejeitadas pelo líder do principal movimento de oposição ao presidente Nicolás Maduro.

Na semana passada, um grupo de partidos de oposição da Venezuela concordou em ingressar em um diálogo com o governo Maduro. No entanto, grupos maiores liderados pelo presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, rejeitaram a proposta.

Ao receber Maduro em Moscou, Putin disse que o governo russo considera “irracional e prejudicial ao país e uma ameaça ao bem-estar da população” qualquer recusa em manter um diálogo.

“É claro que apoiamos o diálogo que você, senhor presidente, e seu governo estão mantendo com as forças da oposição”, disse Putin a Maduro.

A Rússia tem sido um dos maiores apoiadores de Maduro em meio ao que descreve como esforços dos EUA para prejudicá-lo, e concedeu empréstimos e ajuda para as indústrias militar e de petróleo da Venezuela.

Putin anunciou planos para a Rússia entregar 1,5 milhão de vacinas contra a gripe em um futuro próximo à Venezuela, e disse que o governo russo está cumprindo suas obrigações de prestar serviços de manutenção a equipamentos militares que foram vendidos à Venezuela.

Reportagem de Andrew Osborn e Maria Kiselyova

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below