October 1, 2019 / 12:59 PM / 14 days ago

BRF admite que fiscais receberam vantagens indevidas para ajudar companhia, diz MPF

Planta da BRF em Fortaleza 10/01/2019 REUTERS/Paulo Whitaker

(Reuters) - A BRF entregou documentos ao Ministério Público Federal mostrando que fiscais federais recebiam pagamentos indevidos para avançar os interesses empresariais da companhia, de acordo com documento do órgão, o que resultou em nova fase da operação Carne Fraca, deflagrada nesta terça-feira.

De acordo com o MPF, após uma série de medidas em março de 2018 e com o avanço das investigações, a BRF apresentou ao órgão, entre o segundo semestre de 2018 e o primeiro semestre de 2019, uma série de informações e documentos, bem como autorizou expressamente o uso desse material em investigações acerca da atuação de fiscais federais ligados ao Ministério da Agricultura, os quais alegadamente recebiam vantagens indevidas para que atuassem em benefício da companhia.

Reportagem Ana Mano

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below