for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Piñera troca ministros do Interior e da Fazenda após onda de protestos no Chile

Piñera chega para falar na ONU 24/9/2019 REUTERS/Carlo Allegri

SANTIAGO (Reuters) - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, trocou seus ministros do Interior e da Fazenda como parte de uma reforma ministerial em resposta aos intensos protestos que sacudiram o país nos últimos dias.

Para a pasta do Interior, Piñera nomeou Gonzalo Blumel no lugar de Andrés Chadwick, que foi um dos principais alvos de críticas durante as manifestações, que deixaram ao menos 17 mortos e milhares de presos.

Blumel comandava até agora o ministério encarregado das relações do governo com o Congresso.

“Esta equipe terá a missão de escutar e abrir diálogo para um Chile mais justo”, disse Piñera no Twitter logo antes de anunciar os novos nomeados.

Para o Ministério da Fazenda, o presidente chileno designou o professor Ignacio Briones para substituir Felipe Larraín.

A porta-voz Cecilia Pérez, também forte alvo de críticas, foi transferida para o Ministério dos Esportes. Em seu lugar ficará a governadora metropolitana de Santiago, Karla Rubillar.

Reportagem de Fabián Andrés Cambero e Natalia Ramos

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up