for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Premiê do Líbano renuncia após protestos em massa

Apoiadores de grupos xiitas do Líbano Hezbollah e Amal brigam com manifestantes durante protesto contra o governo em avenida de Beirute 29/10/2019 REUTERS/Aziz Taher

BEIRUTE (Reuters) - O primeiro-ministro do Líbano, Saad al-Hariri, anunciou nesta terça-feira que vai submeter sua renúncia ao presidente Michel Aoun em resposta aos protestos no país, dizendo que chegou “a um beco sem saída”.

O Líbano foi tomado por inéditos protestos antigovernamentais. Hariri encorajou todos os libaneses a protegerem a paz civil.

Por Lisa Barrington

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up