November 13, 2019 / 5:12 PM / 24 days ago

Bolsonaro repudia interferência de atores externos em situação na embaixada da Venezuela em Brasília

Apoiador do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, briga com apoiador do líder de oposição da Venezuela, Juan Guaidó, do lado de fora da embaixada venezuelana em Brasília 13/11/2019 REUTERS/Sergio Moraes

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro repudiou nesta quarta-feira a interferência de atores externos na situação da embaixada da Venezuela em Brasília, e disse que o governo brasileiro está agindo para resguardar a ordem pública respeitando a Convenção de Viena.

“Diante dos eventos ocorridos na Embaixada da Venezuela, repudiamos a interferência de atores externos”, disse o presidente em sua conta no Twitter, sem deixar claro a quais atores estava se referindo.

“Estamos tomando as medidas necessárias para resguardar a ordem pública e evitar atos de violência, em conformidade com a Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas”, acrescentou.

Mais cedo, um grupo de venezuelanos ligados ao autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, entrou na embaixada do país em Brasília.

Segundo integrantes do grupo, isso ocorreu depois de terem tido o acesso liberado por servidores da representação, enquanto diplomatas ligados ao governo do presidente Nicolás Maduro acusaram os ocupantes de terem invadido o local.

Por Alexandre Caverni, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below