December 8, 2019 / 7:52 PM / in 7 months

Partido de Merkel critica SPD antes de discussões sobre coalizão

BERLIM (Reuters) - A líder dos conservadores, da chanceler Angela Merkel, criticou tentativas dos Sociais-Democratas (SPD) de deslocar a coalizão governista à esquerda, acusando seus parceiros de pensarem em si mais do que na Alemanha.

Os dois partidos decidirão nas próximas semanas se a aliança de centro tem futuro, depois que o SPD escolheu uma dupla de líderes mais à esquerda, que exige novas políticas para o clima, investimentos e salário mínimo.

Annegret Kramp-Karrenbauer, protegida de Merkel e líder do conservador Partido Democrata Cristão (CDU), atacou o SPD por falhar em deixar claro seu compromisso com a coalizão, embora não tenha chegado a descartar todas as suas demandas.

“Assim como você não pode estar um pouco grávida, você não pode governar apenas um pouquinho”, disse ao Bild am Sonntag, acrescentando que o CDU continua compromissado com o acordo de coalizão e que ela espera o mesmo do SPD.

“É ruim para a Alemanha se qualquer decisão depender dos sentimentos internos do SPD”, disse.

“A coalizão é para o país, não uma terapia para os partidos governistas.”

Reportagem de Madeline Chambers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below