January 3, 2020 / 8:47 PM / 23 days ago

Trump diz que ordenou morte de general iraniano para evitar guerra, não para começar uma

Presidente Donald Trump faz pronunciamento sobre ataque contra general iraniano Qassem Soleimani 03/01/2020 REUTERS/Tom Brenner

PALM BEACH, Flórida (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que ordenou que o general iraniano Qassem Soleimani fosse morto para evitar uma guerra, não para começar uma, alegando que o comandante militar do Irã planejava ataques iminentes contra norte-americanos.

“Soleimani estava planejando ataques iminentes e sinistros contra diplomatas e militares americanos, mas nós o pegamos no ato e terminamos isso”, disse Trump a jornalistas no resort de Mar-a-Lago, na Flórida.

“Agimos na noite passada para parar uma guerra. Não agimos para começar uma guerra”, disse Trump, acrescentando que os EUA não buscam uma mudança de regime no Irã.

Reportagem de Jeff Mason

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below